Aplicações práticas do botão de pânico

  • Home
  • Blog
  • Aplicações práticas do botão de pânico

O botão de pânico está se tornando um item cada vez mais comum e essencial para reforçar a segurança de pessoas, empresas e indústrias em geral. Muitas vezes, o botão de pânico é uma solução que é oferecida de maneira integrada com outras aplicações de monitoramento, como o videomonitoramento e ações internas específicas dentro da central de monitoramento, o que gera mais segurança ao cliente.

Tipos de botão de pânico

Um dos grandes benefícios do botão de pânico é que ele pode ser personalizado para diferentes situações. Por sua vez, a vantagem da personalização é que ela permite a adaptação às necessidades dos consumidores. É possível programar o botão para uma emergência policial ou uma emergência médica, bastando preestabelecer as configurações.

Botão de pânico móvel

O botão de pânico móvel – também chamado de digital ou portátil – é o modelo ideal para ser usado por motoristas, pedestres ou até mesmo por vigilantes locais. Também pode ser usado por crianças em saídas de escolas ou mulheres que se sintam ameaças na rua ou em situação de violência doméstica.
Com isso, podemos concluir que o botão de pânico móvel pode ser usado também para aplicações residenciais e comerciais. É muito indicado para pessoas que moram em áreas perigosas ou até mesmo por mulheres que sofram ameaças ou que possuam restrições de distanciamento imposta por lei como a Maria da Penha.

Botão de pânico para alarme

O botão de pânico para alarme é um dispositivo integrado com o monitoramento eletrônico de imagens e alarmes que oferece mais detalhes sobre situações emergenciais, o que torna o atendimento aos clientes ainda mais eficaz.
O local em que o botão é colocado pode ser mapeado por áreas para alertar sobre intrusões a áreas importantes como garagens, cofres, caixas registradoras, dentre outros. A integração do botão a um bom sistema de segurança eletrônica é a melhor maneira de usar esse dispositivo.

Botão de pânico para emergências médicas e idosos

O botão de pânico para emergências médicas é uma opção bastante segura para alertar a respeito de situações de risco. Ele é ideal em especial para pessoas idosas, que tenham condições de saúde sensíveis ou que apenas queiram ter a segurança redobrada em relação a emergências médicas. Além disso, muitos lares de idosos fazem uso desse dispositivo, tendo em vista a preocupação com o zelo da saúde de seus moradores.

Como escolher o botão de pânico para evitar falhas

Em primeiro lugar, a maneira mais eficaz de usar o botão de pânico é saber como selecionar um equipamento de qualidade. A qualidade é essencial, afinal, se o aparelho apresentar mau funcionamento, ele simplesmente não irá gerar o evento para a central de monitoramento.
Por isso, procure por fabricantes de boa reputação, e cuja empresa tenha um elevado nível de satisfação por parte dos consumidores. Procure verificar quais são os tipos de reclamações que os outros clientes têm, e qual foi a resposta e providência do fabricante em relação a eles.
Outra questão fundamental é analisar qual é o tempo de vida útil e a qualidade da bateria do botão de pânico. Muitas vezes, esse é o tipo de falha que impede o funcionamento o dispositivo. Assim, busque alternativas que ofereçam monitoramento constante do nível de carga da bateria para os clientes, melhorando o serviço e evitando falhas.

Cuidados ao usar o botão de pânico

Um dos principais cuidados que você precisa ter ao utilizar o botão de pânico é jamais acioná-lo na presença de um criminoso que esteja em ação. Muitos criminosos não têm o objetivo de machucar as pessoas, apenas roubar bens e realizar suas ações da maneira mais rápida possível para sair do lugar.

Contudo, ao se sentirem ameaçados com o acionamento do botão de pânico, o criminoso pode ter uma reação e colocar a vida de pessoas em risco. Assim, o botão de pânico deve ser acionado apenas se você perceber a ameaça de longe, sem que o criminoso perceba sua presença, ou de preferência depois que o criminoso agiu. Ou seja: na dúvida, é melhor não acionar.

O ideal é que o acionamento do botão de pânico esteja integrado a câmeras. Dessa maneira, quem receber o sinal pode identificar na hora o que está ocorrendo, tomar as providências específicas para cada situação com a prudência e rapidez necessárias.

Lembre-se sempre de só acionar o botão de pânico sem ter uma razão para isso. O pânico é o acionamento da mais alta prioridade para uma central de monitoramento, pois alerta se uma pessoa está sofrendo alguma ameaça. Então, se você acioná-lo frequentemente por acidente, ficará desacreditado, e não será tratado com a prioridade devida.

Alguns botões de pânico são acionados apenas com um toque, outros necessitam de mais de um toque e outros precisam de pressão por alguns segundos. Veja quais são os modelos disponíveis e faça testes, alertando quem receberá o aviso que você está testando.

Onde instalar o botão de pânico

No caso de botões de pânico fixos, recomenda-se a instalação em locais escondidos e seguros, mas que ao mesmo tempo sejam de fácil acesso para quem precisará acioná-lo.

 

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
2021 © Grupo Reobote - Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Entre em contato com o Grupo Reobote através do Whatsapp

Contato via Whatsapp
Close and go back to page